Menu e Galeria de Posts Recentes

Image Map

segunda-feira, 2 de março de 2015

RESENHA: FALLEN - LAUREN KATE



"Alguns anjos estão destinados a cair."


Sinopse: Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no internato. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder... mesmo que isso a aproxime da morte. De novo.

Confesso que demorei um belo tempo para finalmente começar a ler esta saga, mas quando comecei não consegui parar! Há muitas comparações com a série Hush Hush da Becca Fitzpatrick (minha favorita <3), mas a única coisa em comum é o universo sobrenatural onde existe a mitologia dos anjos. Aliás, aqui em Fallen, essa é uma coisa bem mais explorada.


Confira a crítica do filme desse livro aqui!




O reformatório Sword & Cross é uma espécie de internato pós-guerra para adolescentes problemáticos que vivem vigiados 24 horas por dia, além de serem obrigados a se vestirem de preto e terem direito a um único telefonema por semana. Assim que chega a Sword & Cross, Luce logo se interessa pelo distante e misterioso Daniel Grigori, mas o garoto não perde uma oportunidade para insultá-la. Ao contrário do charmoso e sedutor Cam que tem todos os olhos do mundo para ela. Luce também se aproxima da fofíssima Penn e de Ariane (uma personagem muito engraçada e uma das melhores do livro) e acaba criando uma certa rivalidade com Molly, uma esquisitona, e Gabbe, a garota-perfeita-demais.
Luce é perseguida por sombras estranhas que a atormentam desde quando ela era pequena. A situação da garota fica pior quando ela é mandada para o internato após um incidente que tira a vida de seu peguete, Trevor, e ela não se lembra muito bem do que aconteceu; sendo assim, ela acaba tendo que tomar vários tipos de remédios antipsicóticos.

Luce tem a impressão de que já viu Daniel antes, e começa a ficar encucada com isso, então passa a investigar o passado do garoto, ao mesmo tempo em que se aproxima mais de Cam, formando uma espécie um tanto previsível de triângulo amoroso. Mais para frente, você percebe que não é bem assim... Como toda sinopse que se preze, há uma certa curiosidade em relação a frase: "(...) mesmo que isso a aproxime da morte. De novo" DE NOVO?! É a partir daí que a trama (re?)começa!

A grande sacada do livro mesmo é o mistério. O enredo te faz desconfiar de tudo e de todos, afinal, todos os personagens parecem saber mais do que aparentam. Te prende fácil não apenas pelo romance, mas pelo humor um pouco sádico e negro da autora, pelos personagens e a temática do livro em geral.
Não dá para saber quem é bom e quem é mal ou quem está do lado de quem. As coisas mudam de direção o tempo todo. Isso gera muitas dúvidas, e ao longo do livro isso não acaba ficando cansativo, mas convidativo. Porque você fica tão curiosa, mas tão curiosa, que se sente obrigada a ler a continuação para não deixar todo o mistério em torno de Luce e Daniel sem uma solução.

Nós descobrimos o tal mistério de uma maneira geral, mas ainda há muito a ser descoberto. De início, eu achei chato Daniel não ter contato tudo de uma vez para Luce, mas apenas nesse primeiro livro já deu para perceber um ponto extremamente importante: a história não é apenas sobre o amor, mas sobre a descoberta pessoal da protagonista. #girlpower
Com certeza vale a pena!

Melhores quotes do livro:


"Lutar pela única coisa que ela sabia que era boa o suficiente, nobre o suficiente, poderosa o suficiente para valer a pena arriscar tudo. O amor.”


"Ela levantou os olhos para Daniel.Suas cores pareciam brilhantes também.Sua pele era dourada e, sob a luz, os olhos eram quase como a chuva. Luce observou – sentindo um misto de confusão e vergonha, e uma tentação maior ainda- enquanto Daniel subia a margem de volta.Um raio de sol passou por entre as árvores e envolveu sua silhueta com um brilho radiante. Como a água cintilava sob a luz do sol, quase parecia que Daniel tinha asas.”


"- Tente se lembrar de tudo que eu disse.

- Qual parte? - Luce perguntou ligeiramente em pânico.
- De tudo, mas principalmente que eu a amo.''