Menu e Galeria de Posts Recentes

Image Map

terça-feira, 10 de março de 2015

RESENHA: BELO CASAMENTO - JAMIE MCGUIRE #3 Trilogia Belo Desastre





"Acho que o belo desastre acabou se transformando em um belo casamento."


Sinopse: A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre… mas quanto realmente conhecemos dessa história? Por que Abby fez o pedido de casamento? Que confidências eles trocaram antes da cerimônia? Onde passaram a noite de núpcias? Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo? Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos… até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite…) do casamento de Travis e Abby — e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!

Esta resenha é do ultimo livro da trilogia e pode conter spoilers.
Leia a resenha de Belo Desastre e Desastre Iminente :)


A história pode ser definida com base em dois enredos principais: o casamento e os motivos para que o mesmo ocorresse. Bem, o casamento foi perfeito! Ele teve a cara da Abby e do Travis, complicado, intenso, verdadeiro e cheio de amor! Além de um (a) convidado (a) de honra, mega especial. Importante, essencial e a base do casamento. Em Vegas não poderia ser diferente, né? 
Quanto ao Travis... É impossível não gostar ainda mais do Travis depois desse livro, se é que é possível! Neste volume, conhecemos ainda mais os Maddox e a mãe de Travis. Tem uma cena em especial que você se emociona muito.
O livro têm vários quotes perfeitos *_*


Belo Casamento conta um pouco do que acontece antes e depois do epílogo do primeiro livro, e bem antes do epílogo do segundo. Não há muito o que comentar sobre a história em si pois o principal já podemos saber através do próprio titulo e da sinopse, mas confesso que esperada bem mais. Devorei o livro de forma rápida, assim como aconteceu com os outros dois. A narrativa de Jamie McGuire continuou envolvente – talvez um pouco menos viciante, por ser apenas um complemento a história do casal – com um linguajar jovem (e com alguns palavrões) típico de Abby e Travis, narradores do livro, que alterna entre ambos os pontos de vistas.

O motivo pelo qual Abby quer casar as pressas é nobre, mas eu realmente achei que era algo tipo "Uau!", mas não. Suas atitudes me fizeram pensar onde ela chegaria e se ela realmente achava ser correto o que estava fazendo. Não adianta o fato que ela descobriu que queria realmente aquele casamento, o que me pareceu foi que ela se forçou aquilo para poder salvar o Travis, e não, não foi de forma nenhuma correto. Ela adiantou a felicidade deles, e na minha opinião, não precisava...

Não tem muito mais o que falar sobre este livro, afinal, ele preenche as lacunas deixadas pelo livro anterior. É uma leitura muito gostosa, de qualquer maneira.

"- Eu sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo e você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você."


"Um garoto Maddox leva você completamente ao limite, mas, se você for com ele, ele vai segui-la para qualquer lugar."


"Se o Travis for, um pouco que seja parecido com o pai, e sei que é, ele é um profundo oceano de fragilidade protegido por uma espessa muralha de palavras e indiferença dissimulada."


"… Quando um Maddox se apaixona, ele ama para sempre."